quarta-feira, 4 de março de 2015

A Floresta parte 2/2

Dia 4:

Ainda não acredito no que encontrei na floresta, ele me ajudou muito, aqueles garotos me encontraram quanto eu estava voltando do mercado e se não fosse por ele, não sei o que teria acontecido, não me preocupo mais com vultos na casa ou sons estranhos, sei que é apenas meu amigo da floresta."
Mais três folhas estavam estragadas, e manchadas por algum fluído preto, porem, de uma delas foi possível traduzir algo.

Dia 7:



Aqueles garotos não apareceram mais na escola, não sei o que aconteceu, ele disse que não faria nada de mais com eles, acho que ele matou os garotos, estou com medo, não consigo me concentrar em nada, eu vejo ele por toda a parte agora até na escola, e ninguém mais vê, minha 
Dark.jpgcabeça chia quando ele está por perto, e ele fica falando coisas estranhas, como retribuição ou algo assim, acho que ele não é meu amigo acho que (parte da pagina danificada pelo fluido preto), enfim, vou dormir."

Mais uma folha muito danificada pelo fluido preto.

Dia 9:


Minha cabeça está chiando, não consigo pensar direito, não lembro das coisas, não lembro se vejo ele sempre ou só algumas vezes, acho que ontem a noite eu sai e fui na floresta e ele me disse que (parte da pagina rasgada) acabasse eu também acabaria, estou cansado e não consigo dormir."

As páginas do diário foram encontradas ao lado do corpo mutilado de Lucas na floresta, não acharam nenhuma pista, a não ser por uma folha branca com um circulo distorcido com um X no meio escrito com o mesmo fluido preto, os garotos que atormentavam Lucas foram encontrados as margens de um córrego próximo a rodovia por um casal de fazendeiros, estavam em decomposição e era possível notar uma expressão de horror em seus rostos. O pai de Lucas ficou muito debilitado com a morte do filho e se mudou para a cidade de sua mãe.
X.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...