segunda-feira, 1 de julho de 2013

Andar 31





No dia 9 de Outubro de 2012, houve um relato de um jovem de 16 anos que cometeu suicídio ao se jogar pela janela de seu apartamento, no 31º andar.
Em seu quarto pequeno, um pôster do Lupus completamente queimado na parede ao lado de sua cama bagunçada, seu teclado ensanguentado e a tecla "Z" não estava mais presente nele, o monitor quebrado no meio, como se alguém tivesse dado um fortíssimo soco na tela, a cadeira estava caída de costas, o chão com manchas escuras e a janela aberta, com a cortina rasgada manchada de sangue. Ele estava empolgado... deixou pra solar o último andar justamente naquele dia... O último dia.

Lupus, era seu personagem mais forte, e era o único, já que ele sequer jogou com outro qualquer em sua conta, ele é user do mesmo dês do dia de seu lançamento no servidor brasileiro e nunca mais o largou, se identificava muito com ele, em tudo.

Sem pressa, decidiu para ir a noite, até lá ficou procurando pela internet, as melhores estratégias e dicas para poder passar com sucesso e sem preocupações, ele estava disposto a recordar o momento com um vídeo, para jamais esquecer-se dele. Durante uma busca, um site atraiu bastante sua atenção, ele dizia " O 31º andar, a ilusão proibida ! ".

Curioso, ele decidiu verificar, o site tinha o fundo preto e os textos vermelhos, nenhuma imagem ou detalhe a mais, era um site completamente podre e simples, onde o conteúdo era somente as instruções de como entrar nesse suposto andar. Pra ver se realmente era possível realizar esse bug, ele lia essas instruções e a história da ilusão proibida de Grandiel, que dizia o seguinte : " Qual o verdadeiro propósito de Caxias Grandiel ? Para qual finalidade, afinal, ele criava ilusões fortíssimas para treinar a Grand Chase e ajuda-lo a deter Bardinar ? Se o simples fato de terem derrotados deuses e terem chegado até lá, já não é prova de que eles são fortes o suficientes ? Simples, porque esse não é o verdadeiro motivo de Grandiel, ajuda-los a se tornar mais fortes, e sim deter Bardinar com as próprias mãos, mas ele já sabia que ilusão nenhuma venceria ele, a não ser a ilusão perfeita, a que chega mais próxima de se tornar real ao ser mais forte de Ernas. Caxias sabia que não seria fácil encontrar esse ser e torna-lo uma ilusão própria, mas o único jeito de conseguir isso era sacrificando a vida de alguém muito forte, para conjurar uma ilusão proibida, um ser que se tomava forma de outro qualquer, e ganhava as mesmas habilidades que o mesmo.

O que se pedia eram coisas sinistras : "Crie a sala de título "31" escrito em vermelho, onde esteja só você com a senha "x" quando o diário do jogo marcar 6 horas, 6 minutos e exatos 6 segundos, no 30º andar. Desligue os sons de seu computador e feche todas as janelas. Tranque seu quarto, e deixe o escuro, apenas com a luz do monitor acesa. Vá com seus atributos no mínimo e sem mascote. Esteja completamente sozinho." Intrigado, o jovem fez tudo o que se pede, era exatamente 23:55 da noite e todos estavam dormindo em sua casa, enfim, ele desligou o som e começou a missão. Seu quarto estava completamente silencioso, a única coisa que se ouvia era o barulho do ponteiro do relógio se movendo a cada segundo.

Quando entrou na tela de carregamento, o jovem notou algo de diferente, como por exemplo o título da missão estava escrito apenas "31" em preto, o portal azul do fundo estava completamente preto, e o Caxias estava meio acinzentado, sem cor e desproporcional. Ele se assustou pois não achou que tudo o que tivesse feito interferia no jogo, ele logo apertava "Esc" para sair da missão pois já estava com medo, mas não conseguia, a mensagem que aparecia era " A ilusão começa agora... " mais nada, então ele decidiu esperar...

Estava demorando mais do que normal para carregar a missão por completo, ele esperava olhando pro relógio na parede em cima do computador, faltava apenas alguns segundos para dar meia noite, justamente nessa hora o ponteiro parou de fazer barulho e de se mover. Ele decidiu verificar, mas na mesma hora o relógio caiu, ele se assustou e voltou a sentar-se rapidamente, ele olha pra todos os lados de seu quarto, e ao olhar para trás se depara com o espelho de seu Guarda Roupa, ele ficava olhando para ele mesmo fixadamente até que viu um rosto de um homem de olhos pretos na tela do computador atrás dele, ele logo vira e estava tudo normal, a missão havia começado. Para a surpresa dele, não havia nada de diferente, era justamente o 30º andar ali, o menino ficou completamente frustado com aquilo tudo, pois nada havia acontecido, e ele não conseguiria passar sem equipamentos, mesmo assim ele decidiu gravar.

Quando pulou os diálogos, Caxias logo derrotava-o, num único golpe. Mas quem morria não era o Lupus do garoto, e sim o próprio chefe, que morria de um jeito muito estranho, ele parecia se contorcer todo e tentava arrancar seus olhos, jogava sua bíblia da revelação pra longe. E a tela ficava toda preta, como se estivesse acabado de entrar num portal. Foi daí que ele começou a perceber que as coisas estavam começando a mudar e fazer sentido...

No meio da tela preta, aparecia um diálogo sem imagem dizendo " Você sempre se achou forte demais, ao ponto de achar que ninguém é mais páreo pra você , nunca esperaria que a única pessoa capaz de te derrotar seria você mesmo não é mesmo usuário ? Considere um lag, um bug, ou um motivo para chamar de "hack", todos eles são propositais, mas aqui está algo que você jamais imaginaria enfrentar e ver em seu jogo preferido..."

O jovem desconfiava que a LU!G que escreveu essa mensagem e que ela estava envolvida naquela situação. Ele pulava o diálogo e seu Lupus surgia ali mesmo, na tela preta, ele corria para frente e se deparava com um portal, o mesmo portal do fundo Torre das Ilusões, quando ele atacou esse portal, ficou logo envolto por uma nuvem negra e dentro dele saia Caxias Grandiel monocromático, como um zumbi, quase morto, e com as vestes avermelhadas, com um detalhe apavorante, ele estava com várias manchas escuras no rosto, era um bug totalmente estranho e nunca visto, e derrepente era engolido por "Esquife de Ossos" - a mesma habilidade do Dio - que surgia ali, do nada, e em menos de um segundo aparecia outro Lupus sem cor, que ficava parado. O Lupus do jovem, começava a correr para o outro lado e a outra ilusão fazia o mesmo, quando atirava ele atirava também, com a barra de AP cheia, ele usava "Disparo Final" para acabar de vez com aquilo tudo, o que ele não esperava era que a ilusão também usou, e rapidamente ambos morreram, o jovem ficou "brincando" com isso até perder suas 2 vidas restantes. Quando tudo acabou, a missão deu "Complete" e foi diretamente para o lado em que se escolhia os baús de recompensa, quando escolheu o primeiro automaticamente, apareceu a Capa do Caçador de Recompensas, e nos outros baús, estavam a Cabeça do Lupus, os Braços e a cota do mesmo.

O jogo travou ali, e então o fechou-se sozinho com o erro "Hack foi detectado" ( mais uma vez, o erro proposital ).
E assim o computador desligou-se, deixando o quarto completamente escuro, rapidamente o jovem abriu a janela, e o que via era tudo escuro, sem céu ou prédios ao seu redor, estava tudo completamente opaco. A única coisa que estava reluzente era o espelho de seu guarda roupa, ele abriu um sorriso no rosto e enxergava seu Lupus nele, usando os mesmo itens visuais, quando ele ia em direção ao espelho, o Lupus dava passos pra trás e atirava no garoto, que com o barulho do disparo, caiu em seu quarto e fechava os olhos, ele só acordou no dia seguinte. Na cama, sua mãe o chamava para ir pra escola, ele se arrumava e ia estudar, no caminho, para atravessar a rua não havia carro algum passando, estava tudo solitário, a neblina não deixava nítido o ambiente azulado, quando ele decidiu atravessar um enorme trem surgia do nada no meio do caminho, e antes de atropela-lo ele fechava os olhos, quando abriu novamente, estava na escola junto a seus colegas de classe que se transformavam em caveiras trajadas de roupas de circo, todos elas olhavam para ele, e ele novamente fechava os olhos, e quando abriu estava em um vilarejo e logo ouvia um uivo atrás dele, era uma raposa de nove caudas gigante o perseguindo, ele corria desesperado e tropeçou em um gato de chapéu, que abria sua enorme boca e o engolia, dentro de seu estômago que se transformava em uma sala cinzenta havia um homem com os olhos cobertos pelo cabelo, segurando uma faca pontiaguda, o jovem estava preso a correntes e esse homem começou a esquarteja-lo, dizendo " Chame pelo meu nome quando estiver nos portões do inferno... meu user... "... quando ele abria os olhos via seu Lupus sangrando, sem os olhos, que lhe dava uma facada na cabeça do garoto.
Quando o jovem finalmente acorda, ele encontra-se novamente em outra realidade... Seu quarto estava pegando fogo, e uma sombra estava apertando a tecla "Z" de seu teclado rapidamente, e de repente uma mão negra o puxava pelo monitor... Ele apenas observava tudo, inconsciente, vendo tudo em câmera lenta... Ele olhava pra janela e via seu Lupus se jogando dela, quando via aquela cena surreal ele logo gritava " Lupus, não faça isso ! Não ! ", O Lupus com os olhos sangrando, olhava pra ele e respondia.. " Morrerá um, para o renascimento de um outro mais forte... " e se suicidava.

" Porque... eu fiz... isso ?... "

Dizia o jovem desmaiando...
O fato foi que assim que o jovem derrotou sua própria ilusão, a vida dele se tornou um tormento ilusório,que fez da vida dele um inferno, onde a cada segundo vivia um pesadelo diferente, tudo que acontecesse com seu Lupus, acontecia o mesmo com seu dono, como se eles fossem um só, se ele estivesse preso na eterno esquecimento o jovem também estaria. Graças a Caxias Grandiel, que criou a ilusão proibida e agora precisa da morte do Lupus - no caso, do jovem também - para seguir com seu plano. Na parte dos baús de recompensa, ele pegou a capa, que representava a Defenestração, que foi o que aconteceu, se no baú ele tivesse ganhado o Elmo do Lupus, sua morte seria uma Decapitação e assim por diante.
Na verdade, o Lupus que ele via na janela era ele mesmo, vendo sua própria morte, tudo que estava acontecendo ali naquele momento era real, só que na visão do jovem era uma maldição, aquilo que ele poderia chamar de inferno. Ele havia se jogado do 31º andar, a queda foi muito grande que seu corpo estava deformado ao chão, o impacto fez com que seu sangue se espalhasse de um jeito que parecesse um símbolo, semelhante ao efeito da pedra +17 do Lupus. Ninguém da sua família ao certo, soube o que aconteceu na verdade, o que causou a morte, ou se na verdade alguém empurrou ele de lá, o caso ainda não havia sido resolvido.

Um mês após sua morte, seu irmão mais novo que também jogava Grand Chase era Zero user, decidiu entrar na conta do irmão pela primeira vez... Assim que conseguiu logar, ele via apenas o Lupus como personagem jogável, e o nome da conta era o mesmo nome que o de seu falecido irmão, aparentemente o dono da conta não mudou, algo estava errado... O nome do jovem não foi revelado, certamente porque, só era pra chama-lo quando estivesse a beira do inferno.

Quando ele entrou nos equipamentos, havia 900 itens, todos eram o mesmo " Capa do Caçador de Recompensas " de raridade normal e dava os mesmos atributos que um acessório perfeito, seu irmão ficava embasbacado com aquele bug nunca visto... ele então foi tentar entrar na residência dele, sua casa estava apenas com uma janela grande no centro, e na frente dela uma caixa de mensagem, quando ele verificou, estava escrito : " Jogue comigo. Para sempre... " e esse recado foi deixado justamente no dia de sua morte. No correio, um placa de "Pedido de Desculpas" enviada pela LU!G... o resto estava tudo normal... Ele abriu a pasta de "Replays" e ali estava o vídeo "09_10_12_2035", quando ele abria pra ver o vídeo, aparecia uma tela toda escura, não estava nada muito nítido, a única coisa que podia se ver era muito colorido, e apenas o nome de seu irmão se movendo, os personagens não estavam aparecendo, certamente aquele momento não existiu e não poderia ser gravado... no canto esquerdo da imagem onde ficam as mensagens enviadas, alguém com o nick "TestELO12" havia mandado uma mensagem por PM para ele : " Não se preocupe... tudo não passa de uma ilusão... "

Com medo, ele logo foi dormir, pensando nisso o dia inteiro, durante a noite, ele via várias coisas rastejando na parede de seu quarto..., ele fechava os olhos e teve um pesadelo...

No dia seguinte, voltou a jogar em sua própria conta, foi direto para o Covil de Berkas, estava quase na hora de ir pra escola era 11:55... assim que terminava de carregar, aparecia um diálogo diferente do Zero dizendo : " Eu te odeio... ", apertando Z, o segundo recado : " Não me torne uma ilusão novamente... ".


Em seguida, o jogo fechava na hora e aparecia a mensagem. " Hack foi detectado. "

No mesmo instante, ele escutava um barulho muito alto vindo de dentro do Guarda Roupa, como se alguém tivesse caído, em meio ao silêncio, ele logo assustou-se. Quando olhava pra trás, no espelho, ele se via usando uma máscara... e o olho da Grandark observando-o através do monitor...



-----------------------------------------------------------//------------------------------------------------


Heey fantasminhas! ;) Hoje eu trago pra vocês uma creepy de um jogo que eu aamooooo, Grand Chase! Eu jogo a mais ou menos 1 ano e meio e achei legal trazer para vocês ;) Para que não conhece o jogo eu vou dar um breve resumo de tudo que é tratado que realmente vai fazer falta durante o intendimento do texto: Grand Chase é um jogo online coreano desenvolvido pela KOG e chegou no brasil pela LevelUp! jogado em formato de download e possui atualizações semanais. O jogo tem várias missões que a medida que completadas desbloqueiam novas, essas missões se passam em continentes, além das missões principais também existem os desafios épicos que são missões especiais que apresentam uma dificuldade maior que as normais além de terem um número máximo de chances para completa-las diariamente e horário marcado para serem acessadas, a missão acima é uma delas; se trata da Torre da Ilusões onde você tem uma 'torre' na qual você revive missões já enfrentadas anteriormente com uma dificuldade absurda, possui 30 andares e você deve chegar ao último para enfrentar o boss Caxias Grandiel(não o da foto, essa é uma versão creepy dele), Covil de Berkas é outro deles sendo ainda pior que a Torre; o personagem citado no texto é o Lupus um Caçador de Recompensas do sub-mundo(inferno) possui um terrível passado de ter sido abandonado pelo pai e criado grande ódio dele, depois de um tempo o pai teve um outro filho mestiço com uma humana e o próprio Lupus tomado pelo ódio o sequestrou e o colocou em um circo como aberração(isso não é legal de se fazer, sério); o Zero é um tipo de homúnculo criado para guardar uma espada conhecida como Grandark que estaria selando a alma de um poderoso fantasma; 'Z' é a tecla padão para o ataque. Então.. acho que é isso ;d se tiverem mais alguma dúvida é só me perguntarem! Abraço fantasminhas! Tudo de bom sempre! Descansem em paz, agente se vê no limbo! (PS.:Também sou Lupus user e estou no andar 11 da torre com ele >.<'')

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...