sábado, 22 de junho de 2013

sally.exe







Como muitos, sou um grande fã da série Sonic. Eu assisto as versões antigas do cartoon, porque eu acho que nas atuais a SEGA fez uma bela duma porcaria. Cada um com sua opinião.
Outro dia eu estava dando uma olhada no E-bay. Eu estava vendo se encontrava algo sobre minha personagem favorita da série, Sally Acorn. Naturalmente, o que encontrei foi uma pelúcia manufaturada na SEGA WORLD de Sydney, que fechou devido ao pouco movimento em 2006. Estas pelúcias da Sally são realmente raras, porém, eu não dispunha do dinheiro necessário para compra-la e meus parentes iriam me incomodar por causa disso. Dei uma examinada na descrição que acompanhava as fotos. Esta Sally ainda tinha sua jaqueta. Nela, havia escrito uma marca permanente “GOD*”. Eu realmente não faço ideia do que isso significa. Talvez seja as iniciais da criança que a possuía antes de tentar vende-la.
Eu cliquei no botão de voltar, para retornar a pesquisa “Sonic Sally”, imaginando que não cobriria aquela oferta, de qualquer modo, apareceu um novo resultado. “TODOS OS EPISÓDIOS DO DESENHO SATANICO SONIC” com o preço de $1,00 na compra instantânea. Os DVDs SatAM nunca foram lançados de onde eu vim. Bem, feliz como estava, e querendo rever o show, dei uma olhada no artigo. Não havia nenhuma descrição e nenhum endereço de onde isso vem. Alemanha, Canada, etc... Faltava o preço do transporte e foi indicado como sendo grátis. Dei uma olhada na foto do artigo. Era um CD branco. Decidi compra-lo, de qualquer modo. Não apenas pela nostalgia, mas sim porque o roteiro era ótimo e eu amei a participação do Robotnik nessa série.
Bem... Tudo começou quando o correio chegou. Ele veio na manhã seguinte a compra... Estranhamente, foi num domingo. Eu estava feliz por ter recebido os episódios e de imediato coloquei o CD branco no meu laptop, iniciando o DVD. Infelizmente, o DVD não iniciou, porém me permitiu ver os arquivos, então eu abri a pasta e vi o programa sally.exe. Eu estava confuso por ele ser em EXE, porém iniciei-o mesmo assim. De fato, ele estava tocando o episódio SatAM. O episódio “Viciado em Sonic*” começou. O episódio iniciou normalmente, durante a introdução. Nenhum sangue ou nada... Mas o triste é que a tela do meu computador ficou azul na cena do beijo entre Sonic e Sally. (Quando Sally anda até Sonic e beija sua bochecha, ele diz que o beijo dela não foi tão bom e é melhor receber outro... e isso é muito fofo também). O computador reiniciou e eu retirei o CD, imaginando que seria um mau funcionamento. Eu poderia pedir ao vendedor que devolvesse meu dinheiro, mas ele pode ficar com o $1,00 dollar que eu paguei. Eu penso, é apenas um dólar.
Continuei a navegar normalmente na internet, falando com amigos no Skype e essas coisas. Nada estava errado até quando eu estava assistindo alguns vídeos aleatórios no youtube, meu cursor começou a ter um ataque (nota do tradutor: LOL). Desconectei meu mouse, porém o cursor continuou a tremer em volta da tela. Eu mesmo desativei o touchpad. De repente, ele parou e eu continuei ignorando o que aconteceu. Pouco tempo depois me vi baixando uma ROM do jogo Sonic. Jogo divertido. Logo o download estava pronto comecei a jogar no emulador, e ele iniciou no modo janela, mas, estranhamente, o resto da tela ficou preta. Eu não liguei e esperei jogo começar.
O familiar “SEGA!!” não tocou. Bem, tocou, porém foi tão lento que soou de modo demoníaco e me deu medo. O fundo continuou preto a o Sonic não correu através do logo. Ela mudou para o escuro e somente texto apareceu. Eu primeiro achei que havia sido escrita numa fonte vermelha, porém olhei melhor e pareceu que tinha sido respingada na tela do meu notebook. “Pronto para um round ou dois?” Eu pisquei e a imagem encolheu na tela seguinte. O céu estava num cinza escuro e as nuvens pareceram pretas, como após uma tempestade elétrica. As montanhas estavam deterioradas assim como a logo. O mesmo parecia parcialmente enferrujado. Eu esta maravilhado com o nível de detalhe dos pixeis , mesmo assim também me assustei. O “SEGA 1991” foi trocado pelo “SEGA 666” e a água estava vermelha como sangue. A música familiar não tocou. Tocaram apenas sons 16-bits, adicionados ao “SEGA!” demoníaco. Ao invés do Sonic aparecer, dois personagens apareceram próximos ao logo – Tails e o Knuckles. O olhar deles parecia ameaçador. Os olhos de Tails estavam pretos e estavam sangrando... Seu pelo estava meio cinza meio preto e com uma expressão angustiante. Knuckles parecia ainda pior. Seu pelo vermelho estava escurecido, num tom acinzentado, seus dreadlocks estavam pingando de sangue e seus olhos eram escuros e sangrentos como os de Tails. Sua expressão era de tristeza.
Então, vi um outro personagem saindo do meio do logo. Era rosa, se parecia com um ouriço. De início, ela estava sorrindo, porém ela franziu a testa para o que a rodeava. Parecia estar nervosa e confusa, como se não soubesse o que se passava. “Amy Rose?” eu pensei. “O que é tudo isso?” Curiosamente esta mensagem apareceu e pude pressionar enter. Um curto, porém forte ruído de estática tocou e a tela desapareceu. Eu desejei não ter apertado. “Kyle não quer brincar comigo” após esta, outra mensagem apareceu. “Que vergonha... mas eu posso brincar com você...” “...certo?”
O “SEGA!!” demoníaco tocou novamente e, num piscar de olhos, uma imagem piscou. Ela desapareceu tão rápido que não pude ver com clareza o que era, entretanto posso afirmar que vi um Sonic preto e um vermelho, com olhos vermelhos e pretos, respectivamente. Eu quase senti eles me perfurarem e nesse momento dei um salto. Ele não começou na Green Hill Zone Act 1, embora, desejei que o tivesse. Em vez disso, o título era “Ato 1 imperfeito”. O jogo começou. O chão parecia normal como o da Green Hill Zone, entretanto este estava escuro. Amy estava próxima ao Sonic como no jogo original. Surpreendentemente o sprite era muito bem feito. Não era sua versão clássica, mas sim sua atual. Parecia ser a oficial, mesmo assim. Do outro lado, próximo ao Sonic, estava um grande anel cinza. O Sonic estava sorrindo. A animação de Amy estava com uma expressão amorosa e com alguns corações saindo de sua cabeça. Acho que ela deveria ir até o Sonic, porém este correu até o anel e pulo dentro deste. Amy o seguiu.
Fui teletransportado para um dos estágios onde pode-se pegar a Chaos Emerald. O fundo era rosa com corações. Parecia ser fofo, mas eu estava distraído por haver somente 4 esferas brancas e vermelhas para pular em cima e tentei equilibrar a Amy sobre uma delas. Porém os controles escorregaram e ela caiu. Cai em uma parede de esferas GOAL. Assim como imaginava, fui teletransportado de volta e um grito tocou com a imagem desse... Sonic demoníaco. A tela teve um ataque a ouvi mais gritos. Gritos nos quais pude ouvir Amy rose. Continuei ouvindo “Não! Não” e choros de agonia, que pararam abruptamente com estáticas por um curto momento, até a tela cortar para o preto.
Pouco depois, a tela de título apareceu. Knuckles e Tails haviam desaparecido, em vez disso, Amy apareceu. Ela estava com seu habitual sorriso fofo, porém seu corpo possuía buracos. Nada de buracos sangrando ou buracos de bala. Apenas... buracos que perfuravam todo o seu corpo. Suas cores desapareceram para um branco e preto. Até mesmo seus olhos pareciam estranhamente desfigurados. Isto me assustou muito e meu corpo começou a tremer. Belisquei-me mais e mais quando vi o novo personagem aparecer. Vi aparecer a Cream, que tinha uma terrível expressão e se encolheu contra o logo para se reconfortar... Pobre Cream. Tentei fechar o jogo, porem foi em vão. Mesmo sendo fechado, o jogo abriu novamente e a tela sumiu.
“KINDANFAIR Act1” O estágio estava branco e a música de fundo parecia estar se afogando, uma versão lenta da música da Green Hill Zone. Isto quase me fez engasgar, porém algo me forçou a jogar. O estágio iniciou com o Sprite da Cream, assim como o de Amy, como nos jogos originais. O mundo do jogo era infantil. Parecia ser daquele estilo fofinho de jogos. Em frente a Cream estava uma caixa-TV que dava maior velocidade. Fiz Cream quebrar esta TV para que pudesse correr mais rápido. Fiz então que ela corresse o mais rápido possível, porém o mapa não mudou. Quanto mais avançava, mais caixas de velocidade apareciam. Indo mais e mais rápido, quebrando mais e mais caixas. Mais... e mais... e mais... Ouvi então a música totalmente fora de sincronia, o que me assustou. Subitamente Cream bateu numa parede de espinhos. Ouvi um sonoro “SPLAT”. Nunca havia ouvido um som dessa qualidade num jogo de 16-bit. A pobre Cream foi rasgada em pedaços. Sangue foi jorrado dos espinhos e o sangrento coelho, assim como o fundo, começaram a derreter na minha frente. A imagem piscou e num piscar de olhos a tela de título reapareceu. Assim como imaginei, quando retornei a esta tela, Cream estiva junto de Amy. Ela parecia assustada, porém seus olhos estavam... Como eu diria isso? ... Pendurados e sangrando junto de uma gosma preta. Suas orelhas, que estavam sobre a face, agora estavam atrás de sua cabeça. Sua cor amarelada foi trocada para um marrom e o laranja para um muito escuro roxo com vermelho. Sua roupa estava cinza.
Hora do terceiro personagem... e Deus, quase chorei quando vi Sally Acorn saindo do maldito logo, mostrando seu inocente sorriso e acenando para mim, como se não imaginasse a tortura que aconteceria a ela. O jogo é, ao mesmo tempo, terrível e fascinante, entretanto quis para-lo, porém minha mão não cooperou. Até mesmo comecei a balançar. Quis apertar o botão de desligar, terminando logo essa tortura, porém minha mão, como já disse, não se moveu. Apertei start e a tela sumiu.
!_____Act 9”, Disse. Uma triste melodia tocou ao fundo como a silhueta do chão – e a silhueta de Sally apareceu em frente ao fundo que consistia no grupo inteiro. Amy, Cream, Knuckles, Tails e Robotinik apareceram, todos em suas formas torturadas com tristes expressões. Também apareceu Sonic, porém de um modo quase irreconhecível. Ele tinha um sorriso largo no rosto com os dentes razorsharp. Ele tinha olhos negros com pupilas vermelhas, que estavam sangrando. Ele parecia que iria chegar a frente da silhueta dele mesmo. Tentei mover Sally, tira-la dali, porém cada parede não se movia. Parei no meio e, para meu horror, o estágio começou a fechar e o escuro começou a se aproximar de Sally. Tentei novamente movimenta-la, porém as paredes a impediam. Movimentei Sally de volta para o meio das paredes que se fechavam e volta dela. Ela se abaixou e desapareceu no escuro.
SPLAT!!
A mensagem em vermelho apareceu novamente, pingando, como se estivesse ensanguentada. “Sonic, meu amor...”
Subitamente, uma cena familiar apareceu. Reconheci imediatamente. Sonic SatAM estava tocando de onde o CD foi retirado. Ele tinha uma sombra vermelha e o Sonic tinha estes...Negros, sangrentos e demoníacos olhos. Sally olhou com medo, para mim. Seus olhos não estavam mais lá. Parecia que foram retirados e a caveira de Sally estava próxima. Sangue estava caindo de sua face. Não parecia ser photoshop. Isto parecia real. Sonic tirou Sally do estágio usando algo como um tentáculo... Algo explodiu de suas bocas e de seus fechados narizes. Nunca pude ver algo da garganta de Sally. Algo nojento como isso eu nunca havia visto. Por um momento, desejei que aquilo acontecesse a mim também. Pude ver os corruptos Tails e Knuckles no fundo. Sonic os pegou também. “Então?” “Nada mal.” Sally apenas respondeu. Engasguei e olher para longe da tela. Fora da desta vi algo na minha cama, NA MINHA CAMA! Estava o boneco de Sally que vi no E-bay... SEM SEUS OLHOS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...