terça-feira, 25 de junho de 2013

Kingdom Hearts: A catedral secreta

Você se lembra do começo do jogo Kingdom Hearts? Sora está de é sobre um tipo de catedral (Que na verdade se chama Awakening), com objetos feitos de vidro mostrando as princesas da Disney, em uma área escura e totalmente deserta. Normalmente, se Sora fosse derrotado pelos Heartless, você iria recomeçar no início da luta. No entanto, se você for derrotado no topo da catedral da Cinderela, e morrer exatamente no centro da pequena abóbora ao lado da cabeça dela, você não irá reaparecer no momento antes da batalha.

Ao invés disso, Sora reaparece em uma catedral diferente.

A primeira coisa que se nota sobre a área é a música. Ao invés da musica épica de coro, como na do jogo original, a musica nada mais é do que um som estranho em estática, com um único violino quebrado no fundo tentando tocar uma versão meio podre do tema de Kingdom Hearts. Quanto mais tempo você permanece nessa área, mais alto a “música” fica, e mesmo tentando silenciar ou desligar a televisão, a música não irá parar.

Quanto ao piso de vidro em que você reaparece; o piso era como o primeiro, da Branca de Neve. Porem, a cor do vidro era mais sombria, e a cena é muito mais perturbadora do que o original. Ao invés de ter a Branca de Neve comendo uma maçã, ela está caída e morta na parte inferior, ainda segurando a maçã, com sangue escorrendo de seus olhos, nariz e boca, enquanto a rainha malvada ri em triunfo no fundo, segurando um coração sangrento. Enquanto você atravessa por este lugar, as outras catedrais têm cenas semelhantes à primeira; Bela assiste em horror, enquanto seu pai é devorado pela Fera, Bela Adormecida está completamente imóvel, com o rosto muito magro e cinza (insinuando algum tipo de decomposição), enquanto o Rei Phillip é queimado até a morte pela Malévola em sua versão Dragão, Cinderela era uma escrava e suas duas meias-irmãs estavam batendo nela... As cenas mostram basicamente os finais mais sombrios e macabros que poderiam ter sido colocados nas histórias. Os detalhes nas fotos (especialmente os segmentos mais horríveis) eram muito mais avançados do que se poderia esperar de um jogo desta época.

Os Heartless que você enfrenta nesta área também são diferentes. Ao invés de serem somente sombras bonitinhas, eles têm olhos amarelos com íris vermelha e são muito mais altos do que Sora, mais finos, e têm garras nas extremidades de suas mãos. Estas criaturas se movem insanamente rápidas, e muitas vezes acabam com os jogadores em um piscar de olhos, exceto é claro pelos mais experientes. Eles também são muito difíceis de ver, já que se misturam com o fundo preto. A maioria das pessoas consegue ver somente os seus olhos. O bastão e o escudo não funcionavam contra essas criaturas, para que as pessoas somente com a espada são capazes de combatê-los.

A maioria das pessoas que entram nisso por acidente, muitas vezes reiniciam o jogo, pensando que é um bug, e também porque eles eram incapazes de chegar mais longe do que a primeira catedral... no entanto, alguns jogadores chegaram ainda mais longe, conseguindo atravessar para outras catedrais. A música fica mais alta (como mencionado anteriormente) e um estranho murmúrio pode ser ouvido sob o ruído e o violino. Finalmente, o jogador chega na ultima catedral, na área onde Sora luta contra o gigante Heartless Sora. Ele é diferente do que o que você normalmente luta. Não há buraco em forma de coração em seu peito, e seus olhos são vermelhos com íris amarela (Igual aos Heartless menores).

A luta também é bastante curta. O gigante pega Sora, que começa a ser engolido pela escuridão; literalmente, ela começa a entrar em seus olhos, nariz, orelhas e boca. Sora começa a gritar, enquanto a musica de violino toca ainda mais alto, combinando com os sussurros e os outros gritos no fundo, e tudo aquilo se torna uma grande confusão de ruídos, barulhos e gritos, até que a escuridão cobre Sora completamente. A maior parte do ruído (exceto pelos sussurros) pára abruptamente, e as palavras "Game Over" brilham continuamente na tela.

Jogadores que tentam reiniciar o jogo e começar tudo novamente neste ponto descobrem que toda vez que tentam jogar essa cópia, tudo o que a tela mostra são as palavras Game Over, junto com os sussurros no fundo. Os poucos jogadores que chegaram à esse ponto também relataram que ouviam sussurros quando estavam sozinhos em seus quartos, e que viam os olhos vermelhos com íris amarela em locais escuros e distantes.

Os designers do jogo negam fazer esta seção do jogo, e dizer que as criaturas, área, história e música não aparecem no código. Eles afirmam que aquilo era uma fabricação por pessoas com um senso de humor muito doentio. No entanto, houve um designer, Akane Hoyotami, que estava neste jogo apenas em seus estágios iniciais, e que saiu logo após a primeira seção do jogo foi concluída, por motivos desconhecidos. Devido ao fato de que ele saiu tão cedo e que aparentemente não fizera quase nada sobre o jogo final, seu papel no jogo não foi creditado. Pouco tempo depois, ele fez algumas chamadas para a polícia, afirmando que havia criaturas com olhos vermelhos seguindo-o.

A polícia rejeitou seus relatórios como divagações de um lunático, e o levou para fora da delegacia. Ele foi encontrado morto na manhã seguinte, seu corpo todo cortado com o que pareciam ser de unhas afiadas. Os vizinhos do apartamento ao lado dele alegaram que ouviram Akane gritando sobre os olhos vermelhos e sussurrando palavras irreconhecíveis, antes deles chamaram a polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...