quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dead Bart

Depois de eu ter estudado a música de Lavender Town resolvi agora pesquisar sobre o perdido episódio de Dead Bart e trazer a vocês pois ele é extremamente raro e seria muitíssimo bom umas postagens sobre ele.

                                         Dead Bart A Verdade

Atualização nessa Creepy:

Bom, eu tinha que me livrar daquele computador depois de assistir aquele episódio. Mesmo depois de uma reformatação completa, ele nunca mais funcionou corretamente. O arquivo do episódio não podia ser excluído, e ele ficava abrindo sozinho de hora em hora. Limpei o disco rígido várias vezes, e a porra do episódio não ia embora. O controle de som não funcionava mais e aquilo ainda por cima era um laptop, mas a energia parecia que nunca acabava, e eu não ainda não conseguia desligá-lo. Eu iria deixar o computador intacto apenas para que eu tivesse uma cópia do episódio perdido, mas olhar para ele estava me deixando muito nervoso. Eu tive um pesadelo recorrente em varias noites seguidas: o episódio estava passando normalmente, mas em vez do cadáver do Bart hiper-realista, era o meu cadáver, quando tinha somente 10 anos de idade. Encontrei uma foto minha com 10 anos, e o pesadelo era mais idêntico à foto do que minha própria memória da mesma. Eu juro... Essa imagem de mim mesmo com 10 anos, morto, começou a piscar na tela de meu computador tão rápido que eu nunca poderia ter certeza se aquilo era real. Depois disso, eu finalmente destruí o computador.
Porém, eu não conseguia mais tirar o episódio de minha cabeça, então decidi fazer mais pesquisas para tentar entendê-lo melhor. Eu encontrei uma linha de poucas pessoas que pareciam saber sobre isso, porque aparentemente, o episódio foi ao ar somente uma vez, em um subúrbio de Portland, Oregon. Eu tenho um primo que estava assistindo Os Simpsons durante a primeira temporada e que vive por lá, então lhe perguntei se ele se lembrava do episódio. Ele me perguntou como eu sabia disso; aparentemente, era um pesadelo que ele tinha constantemente, e que havia dito somente a seus pais, e eu tinha apenas alguns anos de idade na época em que os pesadelos começaram. Eu disse a ele sobre o episódio que vi, e que algumas pessoas online também se lembravam dele. Ele pensou que eu estava apenas fazendo uma brincadeira com ele, e quando fomos olhar os tópicos online sobre o episódio, ele gritou e desligou o computador imediatamente. Ele não respondeu à nenhuma das tentativas que fiz para contatá-lo desde então.
Determinado a chegar ao fundo disto, continuei procurando online. Encontrei alguém que disse que tinha uma cópia em fita dele, e que poderia vendê-lo para mim. Eu estava nervoso, mas determinado a descobrir a verdade sobre isto e encerrar a história. Então comprei a fita, junto como uma TV e um VCR muito velhos e baratos, já que eu tinha a sensação de que nenhum dos dois seria o mesmo depois de assistir o episódio, então não seria um desperdício de dinheiro muito grande.
O episódio era praticamente o mesmo que o arquivo que eu havia baixado... Eu não quero dizer mais nada sobre isto; certamente aquilo não valeu a pena, e eu daria qualquer coisa para voltar para como eu me sentia quando o computador estava me assustando com o arquivo. Eu destruí a fita, mas não ajudou. Os comerciais na fita... Eu não quero me lembrar deles. Havia monstros dos meus sonhos eu nunca havia contado a ninguém sobre, notícias sobre tragédias que ainda não haviam acontecido, animações surreais geradas em computadores que teriam sido impossíveis de se fazer nos anos 80. Um amigo de infância assistiu à fita comigo, mas ele viu coisas completamente diferentes do que eu havia visto, com uma exceção: Havia uma notícia aparentemente ao vivo, na data 06 de junho de 2013. Em completo monótono, ela recitava os detalhes de milhões de pessoas que morreram durante o sono, algumas delas acordando por alguns segundos, sussurrando palavras incoerentes sobre algo que as pessoas só podiam entender que tinha algo a ver com pesadelos. Tenho certeza que você pode adivinhar agora as datas nos túmulos das celebridades atualmente vivas no final do episódio...
Havia uma diferença no episódio em si, no entanto. A "piada" que Homer disse no final estava completamente audível nesta versão. Quando a tela se aproxima no rosto de Homer, enquanto olha para Bart, ele diz:
"Ah, se todos nós tivéssemos essa mesma sorte..."

Existem pequenas partes desse episódio espalhados na internet Eu Blogado colocarei os mesmos na ordem certa e os postarei. ASSISTAM COM ATENÇÃO





Como vocês podem ver o segundo video está alêm de uma qualidade maior está com os perdonagens bem feitos.Ou seja um fã simulou o que viu ou o que ouviu falar já o primeiro é 100% original.

Mas o que levou o famoso Matt Groening a criar um episódio tão sombrio?

Essa é a pergunta que fazem utimamente e tem uma única resposta válida que é: Matt Groening andou passando por disturbios pissicológicos e descontou toda sua tristeza, raiva, ódio e angustia nesse episódio.

Mas talvez será que ele criou outros episódios como esse em Futurama ou em A Família da Pesada?

Sim mas somente um episódio o episódio proibido de Futurama.

Tem imagens desses episódios proibidos dessa minha afirmação:

Quase me esquecí de colocar o primeiro relato desse episódio então aproveitem:

Você sabia que a Fox tem uma forma muito estranha de contar os episódios de "Os Simpsons"? Eles se recusam a contar alguns, fazendo a quantidade de episódios ser inconsistente. A razão para isso é um episódio perdido da primeira temporada.

Encontrar detalhes sobre esse episódio perdido é difícil, ninguém que tenha trabalhado no programa gosta de falar sobre isso. Pelo que se tem ouvido por aí, o episódio perdido foi totalmente escrito por Matt Groening (N/T: Criador da série). Durante a produção da primeira temporada, Matt começou a agir estranho. Ele estava muito quieto, parecia nervoso e mórbido.

Mencionar isso para qualquer um que estava presente na época os deixa bravos, e te proibiam de mencionar qualquer coisa a Matt. O número de produção do episódio era 7G44, o título era Dead Bart (Bart Morto)

Além de ficarem bravos, perguntar para qualquer um que trabalhou no programa sobre isso os faz quererem fazer qualquer coisa para impedir você de se comunicar com Matt Groening. Em um evento, eu o segui depois que ele falou com a plateia, e eventualmente tive a chance de falar com ele à sós quando ele saía do prédio. Ele não parecia triste por eu tê-lo seguido, provavelmente esperando um encontro típico com um fã obsessivo. Mas quando mencionei o episódio perdido, toda a cor desapareceu do seu rosto, e ele começou a tremer. Quando perguntei se ele poderia me contar mais detalhes, sua voz soou como se fosse chorar à qualquer momento. Ele pegou um pedaço de papel, anotou algo nele, e deu para mim. Ele implorou que eu nunca mais mencionasse o episódio novamente.

O pedaço de papel continha um endereço de website nele, eu prefiro não dizer qual era, por razões que você verá em um segundo. Eu coloquei o endereço no meu browser, e fui para um site que era totalmente preto, exceto por uma linha de texto amarelo, um link de download. Assim que o arquivo foi baixado, meucomputador ficou louco, era o pior vírus que eu já tinha visto. Restaurar o sistema não funcionou, o computador inteiro precisou ser formatado. Antes de fazer isso, no entanto, eu copiei o arquivo em um CD. Eu tentei abri-lo no meu computador agora vazio, e como suspeitava, havia um episódio de "Os Simpsons" nele.

O episódio começava como qualquer outro episódio, mas tinha uma qualidade de animação muito baixa. Se você já viu a animação original de Numa Noite Encantada (N/T: Último episódio da primeira temporada - mas o primeiro a ser criado - conta sobre Bart e Lisa tendo de lidar com uma “babá bandida”), era similar, mas menos estável. O primeiro ato era razoavelmente normal, mas o modo como os personagens agiam estava um pouco diferente. Homer parecia bravo, Marge parecia deprimida, Lisa parecia ansiosa, Bart parecia ter ódio e raiva genuína pelos pais.

O episódio era sobre os Simpsons indo em uma viagem de avião, perto do fim do primeiro ato, o avião estava decolando. Bart estava aprontando, como se esperava. Entretanto, quando o avião já estava há mais ou menos 15 mil metros de altura, Bart quebra uma janela e é sugado para fora.

No começo da série, Matt tinha uma ideia de que o estilo da animação do mundo de "Os Simpsons" representaria ee visaria; e a morte tornaria tudo mais realístico. Isso foi usado neste episódio. A imagem do cadáver de Bart era irreconhecível, utilizaram-se da vantagem de não ter de animá-lo, e fizeram um desenho praticamente foto-realístico de seu corpo morto.

O ato um termina com a imagem do cadáver de Bart.

Quando o ato dois começa, Homer, Mage e Lisa estão sentados à mesa, chorando. O choro continua e continua, fica mais doloroso, e soa muito realístico, mais do que você pode achar possível. A animação começa a decair quanto mais eles choram, e você pode ouvir murmuros aos fundo. Esse choro se estende por todo o segundo ato.

O terceiro ato abre com um título dizendo que um ano se passara. Homer, Marge e Lisa estão extremamente magros, e ainda sentados à mesa. Não há sinal de Maggie ou dos animais.

Eles decidem visitar o túmulo de Bart. Springfield está totalmente deserta, e enquanto eles andam até o cemitério, as casas ficam mais e mais decrépitas. Todas parecem abandonadas. Quando chegam ao túmulo, o corpo de Bart está simplesmente caído na frente de sua lápide, parecido com a cena final do primeiro ato.

A família começa a chorar de novo. Eventualmente eles param, e apenas encaram o corpo de Bart. A câmera foca no rosto de Homer. De acordo com alguns resumos, Homer conta uma piada nessa parte, mas não é audível na versão que vi, não se pode entender o que Homer fala.

A cena se afasta enquanto o episódio termina. As tumbas ao fundo possuem os nomes de todos os convidados especiais de "Os Simpsons". Alguns ninguém tinha ouvido falar em 1989, outros nem ainda haviam estado no programa. Todos possuem datas de morte neles. Para convidados que morreram recentemente, como Michael Jackson e George Harrison, as datas estão de quando eles deveriam morrer.

Você pode tentar usar as tumbas para prever a morte dos convidados especias de "Os Simpsons" que ainda estão vivos, mas tem algo de muito estranho na maioria daqueles que não morreram ainda. Todas as suas mortes estão listadas no mesmo dia.

Vocês acham que é real? Eu tenho certeza que SIM


Fontes:http://pt.simpsons.wikia.com/wiki/User_blog:El_Raul/Link_de_Download_de_%22Dead_Bart_Full%22 e http://portale7.blogspot.com.br/2012/11/creepypasta-morte-de-bart-simpson-dead.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...