segunda-feira, 18 de novembro de 2013

O Efeito Gündschau (+18)


Ouvi dizer que essa creepypasta é meio pesada (assustadora....) se você for uma pessoa meio sensível não leia .VLW


------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Quando Hitler invadiu a Polônia em 1939, não havia experimentos acontecendo. Mas após a tomada de uma pequena aldeia polaca, no entanto, isso iria mudar. Em 1940, foi descoberto uma experiência que durou cinco dias conhecida como "O Efeito Gündschau". Ele testou o impulso humano para se viver se tentado com comidas e iguarias. O cientista foi morto por um colega logo após o experimento, mas o áudio que era registrado a cada dia por razões desconhecidas foi encontrado. Abaixo estão as fitas originais, traduzidas pelos aliados como prova para os julgamentos de Nuremberg.

Dia 1

Aqui é doutor Claus Gündschau. Estou acompanhado por meus colegas médicos Viktor Übelgrentz e Josef Wehrmein. Hoje é o início de uma experiência de cinco dias, para testar se a fome pode vencer a dignidade e o senso humano. Temos quatro pessoas sendo testadas: dois grandes homens poloneses, uma mulher grávida, e a filha de um dos homens.

Nós alimentamos eles javali assado para o jantar, e deu melhor vinho do homens Alemanha. Os sujeitos reagiu como o esperado, ficaram muito felizes e surpresos. Fizemos pouco caso com estes seres humanos, se é isso mesmo o que eles realmente são, pois eles serão confrontados com grandes dilemas morais.

Dia 2

Todos os quatro indivíduos estavam aqui esta manhã. Eles foram servidos com algumas bolachas waffles no café da manhã, com suco de laranja e leite para acompanhar. Bacon, ovos e lingüiça também foram servidos. Era 01:30, horário central alemão, quando ambos os indivíduos do sexo masculino receberam a sua primeira tarefa. Foi dado para cada um deles uma faca. Seu objetivo era lutar até a morte.

Se eles se recusassem, ambos seriam fuzilados. Se eles não tiverem terminado nenhuma das outras disciplinas, eles seriam torturados, e em seguida, mortos. Como esperado, eles cooperaram. Ironicamente, o que ocorreu, o pai da menina acabou perdendo. A mulher e a menina ficaram chorando durante à noite, então tivemos que deixar o microfone desligado. O corpo do homem foi arrastado pelos guardas. Os três restantes comeram guisado. Vamos apenas dizer que nos colocamos um ingrediente extra na comida deles.

Dia 3

As cobaias foram acordadas esta manhã. Cada um recebeu croissants de queijo com manteiga para mergulhar dentro. Apesar de ser considerado, nenhuma droga foi injetada no homem ao longo da noite, dada que esta é uma experiência puramente mental; há variáveis ​​permitidas. O teste foi administrado em 15:35, hora central alemão. A médica entrou no quarto, e ajudou o homem a operar a mulher grávida. O homem, pensando que sua bolsa estourou, obedeceu.

O médico deixou a bolsa sobre a mesa após o nascimento. Em seguida, instruiu-o, em particular, para extrair o coração do bebê e consumi-lo. Considerando a alternativa, ele concordou após nossa forte persuassão. Ao entrar no quarto, ele abriu a bolsa. Não revelamos o conteúdo para a mãe, no interior, ele encontrou uma grande variedade de instrumentos cirúrgicos. Depois do que parecia ser uma oração, ele tomou o menino da sua mãe e atingiu a faca no seu peito. Assim, ele morreu instantaneamente.

Ele então cortou seu peito e puxou seu coração, ainda batendo. Ele então enfiou na sua boca, mastigando e chorando enquanto o bebê continuava a tossir sangue. Os guardas removeram o torso da criança enquanto o homem olhava os prantos da mãe.

Dia 4

Três sujeitos permaneceram, a mãe sobreviveu graças a uma operação de emergência. Ela está fisicamente intacta, mas mentalmente alterada. Ela começou a murmurar para si mesma, e não demonstra emoção alguma. Uma terapia de eletrochoque foi considerada, mas considerada desnecessária. Para as cobaias foi servido salsichas.

A mulher foram dadas suas primeiras e última tarefas. Ela concordou, sem resmungar, o que era incomum. Primeiro ela teve a palavra "vadia" escrita em seus seios. Então, fornecendo ferramentas adequadas, pedimos a ela para cortar suas próprias fezes e ingeri-las. Vou admitir, nos divertimos muito com ela durante a experimentação. Devo notar que ela fez isso sem demonstrar dor ou desgosto, o que é intrigante. Então chamamos o homem.

O trabalho dele era levar o cadáver congelado do bebê e espancá-la até a morte com ele. Tristemente, ele concordou, fez o trabalho, e a mulher não parecia sentir dor. A menina, como previsto, estava fora de si. Algo inesperado aconteceu após o teste. O homem confortou a menina, explicando o melhor que pôde a situação. Duas cobaias permaneceram.

Nota pessoal: O Doutor Übelgrentz tentou assassinar um guarda hoje, então, em coordenação com o protocolo, eu atirei nele. Doutor Wehrmein continua empenhado no experimento.

Dia 5

Nenhum deles dormia. Atormentados pelos eventos anteriores, eles se abraçaram, na esperança de sobreviver. Ambos foram alimentados com os melhores crépes da França como a sua refeição final. Ao homem foi dado a sua última tarefa em troca da promessa falsa de libertação, já que esta era a única maneira que poderia levá-lo a fazer qualquer coisa. Ele foi levado a ter uma relação sexual com a menina, em todos os orifícios.

Concordando, desta vez, sem aparente arrependimento, ele cometeu o ato, deixando-a quase morta. Em seguida, demos a ele uma serra, então disse a ele que a cortasse pela metade, começando com as pernas. Ele fez isso, não dando atenção aos gritos da menina, e, em seguida, ele finalmente ficou louco. Tomando a serra, cortou a própria cabeça. Isso é quase medicamente impossível, assumindo que seu cérebro estaria para fora antes que ele pudesse terminar.

Nota Final

Parece que as várias de promessas de sobrevivência conduziram esses animais assassinos a se mostrarem em sua verdadeira forma animal. Isto confirma tanto o meu e os pensamentos de Führer: Sob certas condições controladas, o homem pode devorar e matar o seu próximo.



Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...